Não deixe a Várzea morrer.

“Salve a várzea Celeiros de muitos craques” Assim diz uma das expressões mais antigas ouvidas, por qualquer pessoa quando o assunto é o futebol de várzea. Quem nunca inserido na várzea nunca ouviu falar, ou teve um conhecido que saiu dos campos de terra para os gramados de um time profissional? Muitos jogadores profissionais,   mundialmente  reconhecidos  deram seu primeiros toques em  uma bola em campos de terra no futebol de várzea

Apesar da demonstração de preocupação do futuro da várzea ser  antigo e nos dias de hoje que ela vive seus piores dias

No passado mesmo com os poucos incentivos, a Várzea através de seus times,  fornecia excelentes jogadores aos Clubes  profissionais
Nas periferias é comunidades o sonho de todo garoto, era que o tão  falado olheiro  aparece-se em um jogo no campo de terra do seu  bairro
 Um  jogo somente, uma única oportunidade de mostrar todo talento é vontade, para poder ter uma segunda oportunidade do  olheiro, porem desta vez em um teste nos gramados de um Clube.
A espera pelo olheiro podia dura uma vida, mesmo sabendo que as chances dele aparecer era remotas, é que essa  oportunidade não chegaria para a maioria. Não faltava espirito de luta, aliado a disciplina e muita entrega em todos os jogos dos nossos jovens. Afinal aquele poderia ser o dia do tal sonhado aparecimento, ele poderia ser qualquer um em meio a beirada do campo.
As escolinhas dos times nesse período contribuirão muito com a sociedade na formação de jovens cidadãos de muito caráter, preparados para os desafios da vida.

Porem a sociedade nos dias de hoje não reconhece e muito menos agradece a Várzea pelos serviços prestados.
A falta de incentivo é investimento, eliminou 95% das escolinhas dos times.
Tirando nossos jovens dos campos, diretamente para as ruas.
Como o ditado já diz “mente vazia oficina de satanás” muitos deles acabam envolvendo na criminalidade.
Muitos campos estão dando lugares aos prédios e construções, os olheiros substituídos por empresários, os jogadores que antes vinha de todos os lados é  sua oportunidade era dada  por meritocracia,  hoje suas chances são condicionada  a ter um bom empresário é uma condição financeira boa.
O resultado disso tudo tem chegado aos Clubes que não mais tem os jogadores de tamanha qualidade, raça e talento que a história dos clubes nos apontam.

Pelo bem da sociedade, pelo dos clubes pelo bem de todos.

“Não deixe a Várzea morrer”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *